O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Matéria
 
Título: Estimativas de câncer 2012 Data: 29/11/2011
 

INCA lança estimativas de câncer 2012 com sete novas localizações de tumores 24/11/2011 - O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) estima em cerca de 520 mil novos casos doença para 2012. A informação faz parte da publicação Estimativa 2012 – Incidência de Câncer no Brasil, que o Instituto lançou nesta quinta-feira, 24, para marcar o Dia Nacional de Combate ao Câncer, celebrado no dia 27 de novembro. Este ano, uma novidade: sete novas localizações de câncer entraram no ranking dos tumores mais frequentes do País. A Estimativa vale para o período 2012-2013. O estudo destaca os tipos de câncer mais incidentes nas regiões brasileiras, como de pele não melanoma, próstata, mama e pulmão. As sete novas localizações de tumores são bexiga, ovário, tireoide (nas mulheres), Sistema Nervoso Central, corpo do útero, laringe (nos homens) e linfoma não Hodgkin – os dois últimos muito noticiados recentemente por terem acometido, respectivamente, o ex-presidente Lula, o ator Reynaldo Gianecchini e a presidente Dilma Rousseff. Os especialistas consideram a Estimativa a principal ferramenta de planejamento e gestão da saúde pública na área oncológica no Brasil. Isso porque fornece informações necessárias para a elaboração das políticas públicas de saúde voltadas para o atendimento da população. “A divulgação das estimativas disponibiliza aos gestores de saúde e, especificamente, aos da atenção oncológica, informações fundamentais para o planejamento das políticas públicas de forma regionalizada”, diz o diretor-geral do INCA, Luiz Antonio Santini. O diretor-geral do INCA, Luiz Antonio Santini, fez a abertura do evento Desconsiderando o câncer de pele não melanoma (tumor com baixa letalidade), entre o sexo masculino o câncer de próstata permanecerá como o mais comum, seguido pelo de pulmão, cólon e reto, estômago, cavidade oral, laringe e bexiga. Já entre as mulheres, a glândula tireoide, de modo inédito, aparece no quinto lugar geral, atrás do câncer de pele não melanoma, mama, colo do útero, cólon e reto. Na sequência, vêm os tumores de pulmão, estômago e ovário. “ Ações de promoção da saúde, diagnóstico precoce e a ampliação do acesso aos serviços favorecem a longevidade. Quanto mais velha é uma população, maior as chances de alguns tipos de câncer surgirem”, diz o coordenador de Ações Estratégicas do INCA, Claudio Noronha.

Fonte: http://www.inca.gov.br/
 
Home | Quem Somos | Casas de Apoio | Hospitais | Câncer Infantil | Direitos |Contato
©2011. Todos os direitos reservados ao Instituto Arthur Amorim. Este conteúdo só pode ser publicado ou retransmitido com a citação da fonte
Av. Brasil, 532 A - Poço - Maceió - Alagoas - CEP 57025-070 Fone: (82)3320 - 4200